Setre inicia as inscrições para vagas em Itapetinga, Guanambi e outras cidades da Bahia

Secretaria oferece 12 vagas temporárias através do REDA.

Publicado em 31/07/2023 - às 19:50
Por Redação | Jornal Conquista
Foto: Reprodução/Setre BA

Nesta quarta-feira (06), a Secretaria do Trabalho, Emprego, Renda e Esporte do Estado da Bahia (Setre) iniciará as inscrições para o Processo Seletivo Simplificado, visando à contratação temporária no Regime Especial de Direito Administrativo (Reda). Foi divulgado na semana passada, no Diário Oficial do Estado (DOE), o edital com a disponibilidade de 12 vagas temporárias para o cargo de Analista Técnico na área de Supervisão de Economia Solidária, com alocação na Superintendência de Economia Solidária (Sesol).

As oportunidades estão distribuídas entre as seguintes localidades: Alagoinhas, Guanambi, Irecê, Itaberaba, Itapetinga, Jaguaquara, Juazeiro, Porto Seguro, Santa Luz, Santa Maria da Vitória, Senhor do Bonfim e Teixeira de Freitas.

Os candidatos selecionados receberão um salário base de R$ 1.480,41, acrescido de uma gratificação temporária de função no valor de R$ 1.672,87, totalizando R$ 3.153,28. Além disso, terão direito a um vale alimentação de R$ 12 por dia útil trabalhado e poderão aderir ao plano de assistência médica do estado mediante contribuição mensal. A jornada de trabalho será de 40 horas semanais. Os requisitos incluem possuir diploma de conclusão de curso superior em qualquer área, devidamente registrado e reconhecido pelo Ministério da Educação.

As inscrições no processo seletivo da Setre estarão abertas de 2 a 6 de agosto, exclusivamente pela internet, na página de seleção do Governo da Bahia, sem cobrança de taxa de inscrição. A seleção consistirá em uma única etapa, avaliação curricular, de caráter eliminatório e classificatório, conforme o edital.

O edital descreve as atribuições da função de Supervisor de Economia Solidária, que incluem atividades de suporte técnico em projetos e ações, manutenção de processos administrativos, acompanhamento da automação de rotinas, elaboração de relatórios e pareceres, e suporte aos sistemas de controle e informações. O profissional também será responsável por elaborar planos de ação, programas e procedimentos operacionais, realizar visitas técnicas, ouvir e interpretar demandas, propor melhorias nos serviços e conduzir oficinas temáticas em economia solidária, tanto na capital como no interior.

Clique no botão abaixo para entrar no grupo
Entre no grupo de notícias Jornal Conquista
Siga o Jornal Conquista no Instagram
Seguir no Instagram