Publicado em 30/07/2023 - às 22:38
Por Redação | Jornal Conquista
Foto: Reprodução.

Vitória da Conquista se destacou como uma das cidades que mais criaram empregos formais na Bahia no último ano, conforme informações do Novo Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Novo Caged) divulgadas pelo Ministério do Trabalho e Emprego na última quinta-feira (27).

Durante o mês de junho deste ano, a cidade teve um saldo positivo de 145 empregos com carteira assinada, resultado de 2.675 novas admissões e 2.530 desligamentos. Considerando o primeiro semestre do ano, o saldo total foi de 2.073 empregos criados. Ao longo dos últimos 12 meses, houve um total de 35.513 admissões e 28.503 desligamentos, gerando um saldo de 4.100 empregos no período.

No mês de junho, o setor que mais contratou em Vitória da Conquista foi o de serviços, com 1.142 admissões e 906 desligamentos, resultando em um saldo positivo de 236 empregos. Vale ressaltar que Vitória da Conquista é a terceira cidade mais populosa da Bahia, com 370.868 habitantes de acordo com o Censo Demográfico de 2022 realizado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Esses resultados contribuíram para que a Bahia fosse o estado líder na geração de empregos formais na Região Nordeste durante o mesmo período. O saldo total do estado em junho foi de 8.319 empregos com carteira assinada, resultado de 71,1 mil admissões e 62,8 mil desligamentos. No acumulado dos seis primeiros meses do ano, a Bahia registrou um saldo positivo de 50,9 mil postos de trabalho formais. Nos últimos 12 meses, esse número foi ainda maior, com 91,9 mil vagas criadas.

O estado obteve um saldo positivo em quatro dos cinco grupos econômicos analisados pelo Novo Caged em junho de 2023. O setor de Serviços foi o destaque do mês, com 29,9 mil admissões e 24,6 mil desligamentos, gerando um saldo de 5.315 empregos. Em seguida, aparecem a Agropecuária (saldo de 1.607), a Indústria (991) e o Comércio (618). O único setor com desempenho negativo foi o da Construção, que registrou 9.203 admissões e 9.414 desligamentos, resultando em um saldo de -211 vagas.

No primeiro semestre de 2023, o Brasil como um todo teve um saldo positivo de mais de um milhão de empregos criados com carteira assinada. Nesse período, foram registradas 11,9 milhões de contratações e 10,8 milhões de demissões, gerando um saldo de 1,02 milhão de empregos formais.

Com esses resultados, o número total de pessoas empregadas no mercado formal do Brasil atingiu a marca de 43,4 milhões, que é o maior valor já registrado na série histórica, considerando tanto o período do Caged (de junho de 2002 a 2019) quanto do Novo Caged (a partir de 2020).

Clique no botão abaixo para entrar no grupo
Entre no grupo de notícias Jornal Conquista
Siga o Jornal Conquista no Instagram
Seguir no Instagram