Crescimento de microempreendedoras baianas é celebrado por Secretaria de Desenvolvimento Econômico

Segundo a Receita Federal, 45% (358,5 mil) dos Microempreendedores Individuais (MEI) da Bahia são mulheres.

Publicado em 07/03/2023 - às 18:52
Por Redação | Jornal Conquista

No Dia Internacional da Mulher, comemorado em 8 de março, a Secretaria de Desenvolvimento Econômico (SDE) comemora números positivos para o empreendedorismo feminino, na Bahia.

“O perfil dos empreendedores vem mudando a cada ano em função do fortalecimento e ações que promovem o empoderamento das mulheres. Muitas já proviam o sustento das suas casas, mas desconheciam seus direitos e a importância da formalização. Ressaltamos que em 2022, a Bahia ocupou o 1º lugar no ranking do Nordeste e sexto na classificação nacional no número de MEIs e esse número não teria sido alcançado sem a contribuição do público feminino, que fortalece e coopera com o segmento”, declarou o secretário da pasta, Ângelo Almeida.

Segundo a Receita Federal, 45% (358,5 mil) dos Microempreendedores Individuais (MEI) da Bahia são mulheres. De janeiro a dezembro de 2022, foram mais de 11.800 MEIs atendidos e mais de 45 mil serviços ofertados, de serviços como orientações para empreendedores e formalização de novas empresas. 

É importante ressaltar que 46% das consultas no Serviço de Atendimento ao Empreendedor (SAE), órgão vinculado à Secretaria de Desenvolvimento Econômico, foram feitas por mulheres, utilizando os serviços ofertados pela parceria da pasta e o Sebrae, são feitos os atendimentos online e presencialmente dentro dos SACs em 25 unidades na capital e em outras cidades. 

Chegando a microempreendedoras como Naiara Nascimento dos Santos, varejista de aromas, cosméticos e produtos de perfumaria, residente do município baiano de Valença, na região do Baixo Sul, que têm  empreendido desde cedo, ainda na escola, vendia trufas e bolos de pote para ter uma renda extra e ajudar seus pais com a renda familiar.  

“Hoje em dia continuo a empreender pelo prazer de estar em conexão com as pessoas e por me sentir pertencente a esse lugar de empreendedora. O empreendedorismo nunca será fácil nem tranquilo. Há quatro meses, estou com um novo projeto: a abertura da minha loja virtual “Nassan Aromas”, que é muito mais que uma loja de aromas, é a concretização de um sonho de levar o bem-estar para as pessoas. Sinto-me motivada a continuar porque sei que em qualquer empreendimento tem desafios, e um dos grandes diferenciais de uma empresa é encarar e fazer o que tiver ao alcance para superar”, diz Naiara.

Por: Lívia Borges.

Clique no botão abaixo para entrar no grupo
Entre no grupo de notícias Jornal Conquista
Siga o Jornal Conquista no Instagram
Seguir no Instagram